www.frohberg.de
Artikel-Detail

eBook

4,99 €
Wählen Sie bitte eine Prämie aus.
Sofort zum Download (Download: PDF; Online lesen)

Bereits im Bestand

Ocorrência de Hiperglicemia em Jejum no Concelho do Porto Novo entre Janeiro e Março de 2010

Beschreibung

Bachelor Thesis from the year 2010 in the subject Medicine - Public Health, Reitoria da Universidade de Cabo Verde , course: Bacharelato Biologia Marinha e Pescas, language: Portugues, abstract: O termo glicemia é utilizado para denominar o nível de glicose sanguínea, sendo seu valor expresso em miligramas por decilitro (mg/dl) (Luppi et al., 2007) e mmol/L (Mayne,1994). A glicose ou glucose é a primeira fonte de energia para o corpo humano. A glucose é derivada da dieta através da ingestão de hidratos de carbono; de reservas corporais (glicogénio); e de sínteses endógenos de glucose a partir de fontes sem hidratos de carbono (aminoácidos, glicerol, lactato), (Hotaling, M. in Lehmann, 1998). Desordens no metabolismo dos hidratos de carbono podem resultar em ambos, hiperglicemia ou hipoglicemia. A mais ocorrente desordem hiperglicemica é a diabetes mellitus (Hotaling, M. in Lehmann, 1998). Existem duas condições necessárias para que a glucose possa entrar nas células. A primeira é que existe suficientes receptores presentes nas células e a segunda, está relacionada com a presença de insulina (Ramalho, 2009). A insulina é uma hormona produzida pelas células ? presentes nos ilhéus de Langerhans. Esta hormona é a principal responsável pela manutenção dos valores adequados de glicose no sangue (WHO, 1999 & Ramalho, 2009). A insulina tem como função, ligar-se aos receptores existentes nas células, permitindo assim a entrada da glicose para o interior destas, bem como, diminuir a produção de glucose por parte do fígado (Ramalho, 2009). As concentrações de glicose plasmática (glicemia) situam-se em torno de 70-110mg/dl, sendo que situações de hiperglicemia tornam o sangue concentrado, alterando os mecanismos de troca de água, intra e extra celular além de ter efeitos degenerativos no sistema nervoso central (Kenj, 2009 in Cuidados de Enfermagem em Diabetes Mellitus). A hiperglicemia pode ser devido a diabetes mellitus; infusões intravenosas de fluidos contendo glucose; estresse severo (efeito temporário) assim como acidentes vascular cerebral (AVC´s), (Mayne, 1994). A cronicidade da diabetes mellitus provoca uma alteração na utilização da glicose, podendo resultar em hiperglicemia que é típica dessa doença (Sousa et al, 2007). O diagnóstico da diabetes mellitus depende da demonstração de hiperglicemia.